sexta-feira, 22 de outubro de 2004

Análise

Dedos.
Tenho que lavar meus pés, eles sempre aparentam estar sujos.
A parede branca. O quadro à direita.

- Então?

Silêncio.
O que falar? Quais são meus problemas? Ela sempre pergunta sobre a minha infância.
...
Acho que o rio transbordou. Há coqueiros na frente das casas e atrás há uma ladeira e mais árvores. Seria assim a vista do rio Sanhauá? Os prédios no morro com certeza são de uma arquitetura colonial. Algumas parecem até só ter as paredes (típico da conservação do nosso patrimônio histórico). O céu está azul e a torre da igreja se destaca no meio dele. Eu acho que é a torre da igreja, apesar de parecer estar separada desta.

- Nosso tempo acabou.

Ahn, gosto dessa escultura. Gostaria de tê-la em casa. Tudo bem, ao menos posso apreciá-la uma vez por semana. Sempre tenho a impressão de que a bola vai cair da mão das mulheres... mas ao mesmo tempo tenho a impressão de um encaixe perfeito, da interação perfeita entre elas, as mãos e a bola...

- Até semana que vem. - finalmente digo. Será que na próxima semana terei algo a dizer? Espero não me abster nas paredes novamente.

Nenhum comentário: