terça-feira, 28 de dezembro de 2004

Real?

- Que queres?
- O que eu quero?
- É, o que você quer de mim?
- Quero que você me coma, caralho! Que coma o meu cu! É isso que eu quero!
- Calma, não precisa se alterar.
- Calma uma porra! Eu só faltei enfiar a tua cara no meio das minhas pernas!
- Tem certeza que faltou mesmo?
- Ora, seu viadinho de merda...
- Pra que falar algo que sabe que é mentira?
- Eu não sei de nada, nunca provei pra dizer qual é a verdade. A única coisa que eu sei é que você vem resistindo bravamente a todas as minhas investidas, sem motivos aparentes. Você não me acha feia...
- Não.
- ... não é comprometido...
- Também não.
- Então por que não me come?
- ...
- Me come, vai?
Ele sorri para ela e dá dois beijinhos em sua bochecha. Uma expressão de decepção indescritível toma conta da face dela enquanto ele se distancia.

Nenhum comentário: