sábado, 6 de agosto de 2005

Dez é um real

- Dez é um real, tem de doce-de-leite e chocolate.
Vi aquele homem entrando no ônibus com um macacão azul e uma fala mecânica. Demorei para entender o que ele dizia.
- Dez para sair, obrigado e boa viagem.
Mas quando ele se aproximou vi que carregava algum doce na mão.
- Dez é um real e dá direito a um chocolate.
A mulher sentada mais próxima de mim perguntou se ele vendia pastilha e o homem dos caramelos respondeu:
- Dez é um real, tem de doce-de-leite e chocolate.
Só então entendi o que diabos o homem do macacão azul repetia como um robô.

Nenhum comentário: