sexta-feira, 23 de setembro de 2005

Psicologia de outro vencido

Eu tinha orgulho de nunca ter tido grandes arrependimentos na vida. Eu poderia até dizer que estava vivendo da melhor maneira possível. Mas hoje eu gostaria de refazê-la. Eu sei, eu sou cheia de dramas. Mas eu podia ter vivido melhor. Podia ter feito melhor as minhas escolhas. Podia ter ficado trancada em casa, protegida de todos os germes da sociedade. Podia até ter brincado de bonecas até os dezoito anos. Eu podia ter feito milhares de coisas diferente. Agora eu já nem sei o que posso mais.

Nenhum comentário: