sábado, 18 de março de 2006

Ideologia

Ouvi dizer que o Cabral seria a nossa salvação. Obviamente entrei em pânico, pois não confio nesse sujeito. Minha mãe falou que eu devia me redimir enquanto é tempo. Eu nunca ouvi minha mãe, por que o faria agora?
Por que logo o Cabral? Odeio gente burra. Acho que essa é a hora de me mudar... Ou seria a hora de mudar? Se o Cabral fosse eleito e eu estivesse ao lado dele, estaria feito na vida! Quem sabe eu não me lançaria na carreira política também?
Minha mãe vai ficar tão orgulhosa de mim! Tenho que ligar para dar-lhe as boas novas!

- Mãe!
- Pedro?
- Eu vou ser deputado, mãe!
- Você? Mas você sempre odiou política.
- Eu vou fazer as pazes com o Cabral e pedir a ajuda dele para lançar a minha carreira política!
- Você não ficou sabendo?
- Sabendo do quê?
- O Cabral morreu ontem, Pedro!

Nenhum comentário: