segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Acho que preciso me apaixonar (2)

Tentativa de melhorar a última estrofe, que estava totalmente insatisfatória...  Veja a primeira versão aqui.



Se a luz do sol
Já não é suficiente pra me acordar
Acho que preciso me apaixonar
Se o cantar dos pássaros de manhã
Só serve para me irritar
Acho que preciso me apaixonar
Se nenhuma música
É capaz de me relaxar
Acho que preciso me apaixonar

Mas se olho para os lados
E meu coração não encontra
Alguém para se entregar
Eu entrego a minha boca
Eu entrego os meus braços
Eu entrego o meu corpo
Sem nunca me apaixonar

Quando o tédio nas conversas
Paira no ar
Sinto que preciso me apaixonar
Quando a lua cheia
É só uma bola no ar
Sinto que preciso me apaixonar
Se até meus amores
Só conseguem me irritar
Sinto que preciso me apaixonar

O mundo está cheio
De homens e mulheres
Com os braços estendidos
Com os lábios entreabertos
Com o corpo estremecido
Mas eu sigo adiante
Procurando sem encontrar
Um coração em que eu caiba
Que sirva a mim
Para que eu possa enfim
Enfim me apaixonar

3 comentários:

  1. caralho, mto foda


    meu orgulho!

    minha amiga futura famosa, deixa eu ser sua agente? preciso de trabalho ehiehiehiehie

    ResponderExcluir
  2. Seria um prazer, só assim você viveria grudada em mim! ehuehueh ;*
    Também tô precisando, nêga ;(

    ResponderExcluir
  3. Excelente, gostei muito da poesia... :)
    Gostando muito do blog!

    ResponderExcluir

Adocica, meu amor, adocica: