terça-feira, 30 de junho de 2020

Olga, a sexóloga: QUARENTENA 6


seja mecenas por 5 reais
inscreva-se nos boletins

Olga, a sexóloga na quarentena: 1. Atrás da tela do computador, Olga fala aos amigos que estão em chamada de vídeo com ela "Eu tenho passado esses dias assistindo muita série." / 2. A primeira amiga continua "Eu tenho dormido." / 3. O amigo diz "Eu só faço faxina." / 4. E a última amiga finaliza "Eu tô jogando Minecraft."


quarta-feira, 17 de junho de 2020

Olga, a sexóloga: QUARENTENA 5


Olga, a sexóloga na quarentena: 1. Olga está numa chamada de vídeo com outros 3 amigos e pergunta "E aí, como vocês estão?" / 2. A primeira responde "Ansiosa." / 3. O segundo diz "Ansioso." / 4. E a terceira finaliza "Ansiosa."

terça-feira, 2 de junho de 2020

Olga, a sexóloga: DEMOCRACIA

 

Olga, a sexóloga / 1. Olga coloca uma máscara preta cobrindo o nariz e a boca. / 2. Sai pela porta. / 3. Está no meio de uma protesto onde são carregadas faixas com os dizeres "somos pela democracia" e "vidas negras importam", se grita "democracia" em uníssono.

terça-feira, 19 de maio de 2020

Olga, a sexóloga: CUSCUZ



Olga, a sexóloga na quarentena / 1. Olga fala, pensativa: Acho que vou fazer um cuscuz pro jantar... / 2. E continua: Ou posso fazer algo diferente... / 3. Tipo... / 4. Então vai embora, finalizando: Cuscuz.

quarta-feira, 6 de maio de 2020

Olga, a sexóloga: QUARENTENA #4


 
Olga, a sexóloga na quarentena / 1. Olga está conversando via chamada de vídeo: Essa noite tive um pesadelo. / 2. Ela continua falando, sentada com o celular apoiado à mesa: Sonhei que encontravam a vacina contra a COVID. / 3. Seu amigo pergunta do outro lado da linha: Mas isso é bom, por que foi um pesadelo? / 4. E ela responde: O presidente falava que a gente não ia precisar porque era só uma gripezinha.


segunda-feira, 20 de abril de 2020

Olga, a sexóloga: QUARENTENA #3



 
Olga, a sexóloga na quarentena / 1. Olga fala durante uma chamada de vídeo: A quarentena tá tranquila / 2. Olha para frente e continua: Exceto pelo presidente querendo fechar os outros dois poderes / 3. Plano aberto e ela está curvada, dizendo: Durante uma pandemia que ele não leva a sério.


terça-feira, 7 de abril de 2020

Olga, a sexóloga: QUARENTENA #2



Olga, a sexóloga na quarentena / 1. Olga puxa o ar mas não consegue respirar direito./ 2. Ela constata que está com falta de ar. / 3. E pensa consigo mesma para se convencer "É só ansiedade, é só ansiedade..."


segunda-feira, 23 de março de 2020

Olga, a sexóloga: QUARENTENA #1


Descrição:
1. Primeiro dia de quarentena: Olga está dentro de casa e fala "Não é tão mal assim, vai dar pra aguentar."
2. Segundo dia de quarentena: Olga olha pela janela e diz "Quantos meses será que isso vai durar?
3. Terceiro dia de quarentena: Ela está fazendo chat de vídeo com os amigos cantando "We are the world, we are the children"




terça-feira, 10 de março de 2020

Olga, a sexóloga: 8M



Descrição:
1. Dois homens estão conversando em segundo plano e no primeiro plano Olga escuta a conversa deles: "O mundo tá muito chato!" / 2. Os dois continuam a conversa: "Não se pode mais nem dar flor no dia da mulher senão é machista!" / 3. Os dois já estão mais próximos da Olga. O que está falando finaliza: "O que mais elas querem?" e a Olga responde: "Respeito."

 

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Olga, a sexóloga: FANTASIA



Descrição da imagem:
1. Olga fala olhando para o celular: Vixe como ainda tem fantasia racista no carnaval. O rapaz que está na frente dela revira os olhos. / 2. Ele fala pra ela, gesticulando com a mão direita: Descansa, militante! / 3. Olga olha pra ele e diz: Jamais.


segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Olga, a sexóloga: BLASFÊMIA


 
Descrição da imagem:
1. Olga põe a mão no queixo e pergunta "Será que Jesus fumava um?" O homem na sua frente levanta os braços falando BLASFÊMIA!  enquanto uma aura de ódio sai dele. 2. Esse homem ergue o dedo e fala, raivoso "Por que você não pergunta isso de Maomé? 3. Erguendo os braços e com expressão dramática, diz "Aí você ia ver o muçulmano do mal explodir o seu pé de noite! 4. Olga cruza os braços e olha pro leitor, enquanto o homem dá uma rabissaca e vai embora falando "Sorte sua que eu sou cristão!"