quinta-feira, 14 de maio de 2009

"You are stardust"

Eu sempre penso no conceito de alma gêmea. Aliás, a alma em si me intriga. Um dos motivos pelos quais a "bilogia" "Antes do amanhecer" e "Antes do pôr-do-sol" me fascina é que eles têm basicamente as mesmas impressões do assunto que eu. Mas não vou fazê-lo assistir aos filmes para descobrir quais são (apesar de achar que deveria).
Em primeiro lugar, se a alma é imortal, então as almas de todas as pessoas que já morreram, vivem ou ainda vão nascer já existem em algum lugar do universo, certo? Digamos que não, que na verdade o que existe é a reencarnação. Eu morrerei e outra pessoa "herdará" a minha alma. Mas se hoje em dia existem muito mais pessoas no planeta do que existiam há 2000 anos, de onde vieram todas essas almas? Estariam estocadas? Ou será que as almas atuais são fragmentos das almas dos nossos antepassados? Isso poderia ser uma explicação para o fato de não existirem outros Da Vincis perambulando por aí...
Se for assim então a minha alma gêmea está fragmentada em diversos pedacinhos, assim como a minha própria. Menos cruel. Mas se ela for única, morar no Afeganistão e tiver 68 anos? Eu devo então me conformar em viver eternamente como uma cuia, sem tampa? Cruel, não é mesmo? Falo de almas gêmeas porque sou uma eterna romântica, mas acreditar mesmo, eu acredito no amor de Vinícius. "Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure".

4 comentários:

Thaïs disse...

Mas pra quem acredita eu recomendo esse conto do Haruki Murakami:
http://matizes.escondidos.zip.net/perfeita.html (Ao ver a garota 100% perfeita numa bela manhã de abril) ;)

PeggyDay disse...

é... eu tenho varias almas gemeas por ai, encontro um em cada esquina, uma blz... minha alma gemea na vida passada devia ser um gordao
eheiheiheihie

Samuel Gois disse...

Minha mão e minha alma gêmea :~

Thaïs disse...

Ela te completa, né Samuel? Heheeeheeheheehe ;D